Available Filters

Olhares plurais: perspectivas multidisciplinares aos desafios atuais. Coleção olhares plurais: perspectivas multidisciplinares aos desafios atuais. Volume II

Cristhian Moreira Brum, Tarcisio Dorn de Oliveira

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

A Parte I – Tecnologias e Sustentabilidade é composta por quatro capítulos que abordam temáticas sobre metodologia verde, concreto produzido com resíduos, misturas asfálticas e compressão do concreto.

No texto “CEAGESP: proposta de metodologia para a aplicação de infraestrutura verde” Lucas Rafael Ferreira, Ísis Maria de Paula, Newton Massafumi Yamato e Cassandra de Sousa Cunha apresentam uma proposta de metodologia de aplicação da infraestrutura verde voltada para a tentativa de solucionar o problema de inundação na região do CEAGESP. O capítulo considera as escalas locais, intermediária e regional, estruturando discussões sobre a concepção da drenagem urbana fundamentadas na integração da infraestrutura verde interligada com o espaço do entorno.

No artigo “Importância do controle da relação água / cimento em concreto produzido com resíduos da construção civil” Gabrielli Tápia de Oliveira, Bianca Milena Girardi, Eric Renã Zavitzki Schimanowski, Vinícius Marcelo de Oliveira Maicá e Diorges Carlos Lopes ressaltam que o desenvolvimento tecnológico do concreto deve abranger critérios técnicos e meios de reduzir impactos causados ao meio ambiente, buscando alternativas sustentáveis como o uso dos resíduos da construção civil. O capítulo avalia a resistência à compressão de um traço com substituição de 20% do agregado graúdo por resíduos, controlando a relação água/cimento, para posterior comparação com um concreto convencional.

No texto “Misturas asfálticas com incorporação de dois tipos de cales produzidas no sul do Brasil” Gabriela Fanck dos Santos, Alifer Andrei Veber Beier, Fernando de Lima Johann e Jose Antonio Santana Echeverria avaliam as propriedades de misturas asfálticas densas à quente com incorporação de cal dolomítica em conjunto com agregados pétreos e CAP 50/70. O capítulo sinaliza que foram realizados ensaios laboratoriais de Resistência à Tração por Compressão Diametral (RT) e Módulo de Resiliência (MR), ao passo que, as misturas que apresentaram os melhores desempenhos gerais foram as com incorporação de 2% de cal, porém a cal do tipo I apresentou resultados mais satisfatórios.

No artigo “Uso de areia fina, média ou grossa: consequências na resistência à compressão do concreto” Eric Renã Zavitzki Schimanowski, Bianca Milena Girardi, Gabrielli Tápia de Oliveira, Vinícius Marcelo de Oliveira Maicá e Diorges Carlos Lopes analisam o impacto da utilização de uma areia diferente da considerada para o cálculo do traço de dosagem do concreto, avaliando a resistência à compressão e a trabalhabilidade obtidas para as misturas. O capítulo constata que, em relação ao estado fresco, devido à superfície específica elevada da areia fina, foi necessário adicionar água, além do previsto no cálculo de dosagem, para que a mistura com esse material obtivesse a trabalhabilidade desejada.

A Parte II – Espaço Construído e Cidadania é composta por seis capítulos que abordam reflexões sobre acessibilidade urbana, paisagem urbana, expansão urbana, vegetação urbana e conforto ambiental. No texto “Estudo de caso: acessibilidade urbana de um trecho de passeio público central na cidade de Panambi/RS” Ana Maria Dessbesell Argou, Cássia Regina Jung, Jéssica Bos Goulart e Tarcisio Dorn de Oliveira entendem a acessibilidade como ponto chave para todas as ações em sociedade, possibilitando que qualquer pessoa desfrute do seu direito de ser cidadão de forma segura e sem dificuldades. O capítulo apresenta a realidade da situação urbanística em uma área central da cidade de Panambi / RS, a partir do levantamento e análise da acessibilidade do passeio público de um trecho específico.

No artigo “Estudo de caso: paisagem sonora em três ambientes urbanos na Região da Amazônia Legal” Lucas Rafael Ferreira, Gabriela Meller, Willian Magalhães de Lourenço e Ana Luiza Mahl observam que o ambiente acústico urbano é um agregado de sons que podem trazer vários tipos de emoções: negativas e positivas. O capítulo ressalta que o ruído acima dos índices aceitáveis, preconizados pelas legislações, afeta a saúde dos usuários e a qualidade dos ambientes, sendo necessário investir em mais áreas verdes para lazer dentro das urbes como forma estratégica para garantir áreas de preservação e com boa paisagem sonora.

(…)

Informação adicional

Ano de lançamento

2021

ISBN

978-65-5869-523-3

ISBN [e-book]

978-65-5869-524-0

Número de páginas

235

Organização

Cristhian Moreira Brum, Tarcisio Dorn de Oliveira

Formato