0
R$0,00
Mini Cart
  • Carrinho vazio

    Nenhum produto adicionado.

EDUCAR OS TRÊS PRIMEIROS ANOS: A experiência Pikler-LÓczy – 3ª Edição

EDUCAR OS TRÊS PRIMEIROS ANOS: A experiência Pikler-LÓczy – 3ª Edição

R$35,00

Judit Falk (Organizadora)!@
Educar os três primeiros anos: a experiência Pikler – Lóczy. São Carlos: Pedro & João Editores, 2020. 102p.
ISBN 978-65-5869-048-1
1. Educação de bebês. 2. Experiência de Lóczy. 3. Educar os
três primeiros anos. 4. Autoras. I. Título.
CDD 370

Em estoque

Descrição

Prefácio à terceira edição brasileira.

Rita G. B. de Moraes Valdanini.

    Sinto-me profundamente honrada e feliz por ter sido convidada para redigir o prefácio da nova edição deste livro tão preciso, um divisor de águas para muitos entre nós. Ao longo dos últimos anos, a abordagem Pikler tem ganhado cada vez mais espaço no solo brasileiro e em Portugal, juntando vários sotaques em torno da primeiríssima infância e apontando uma concepção de primeira infância na qual o bebê e a criança pequena estão no centro da reflexão. A força que a abordagem foi ganhando ao longo de quase 20 anos está direta e indiretamente ligada à publicação deste livro pela J & M Editores, cuja primeira edição data de 2004. Essa editora foi visionária ao publicar, pela primeira vez no Brasil, um livro tão inovador e especial, que por muito tempo foi o único recurso para se ter acesso aos princípios da abordagem Pikler em língua portuguesa.

Nesse sentido, é preciso reverenciar inicialmente a Irene Balaguer . Grande entusiasta da abordagem Pikler, a pedagoga catalã, no início do século XXI, soprou nos ouvidos de Suely Mello Amaral e Jaqueline Moll que esse pequeno livrinho, que havia sido publicado pela Rosa Sensat, em Barcelona, merecia ser traduzido para o português, para que as ideias piklerianas atravessassem o oceano e chegassem em terras brasileiras. Diante do convite, ambas tomaram para si a responsabilidade e iniciaram o trabalho de formiguinha, traduzindo lindamente esse conjunto de artigos que trata de um apanhado de textos que a Dra. Judit Falk (1922-2010) organizou com o intuito de introduzir de forma simples a complexidade dos diferentes aspectos da abordagem que compõem seus princípios norteadores.

Vale ressaltar que a Dra. Judit Falk foi pediatra, vicediretora e depois diretora do Instituto e um dos pilares na consolidação da abordagem. Seu trabalho foi extremamente importante, pois a todo momento ela conseguia conciliar a ideia de que a prática é soberana à teoria e, ao mesmo tempo, o fazer científico e o trabalho minucioso de pesquisa.

 No primeiro capítulo deste pequeno livro potente, conhecemos a origem, a história e o processo de consolidação do trabalho da Dra. Emmi Pikler e de sua equipe no Instituto Pikler, narrados pela própria Judit Falk. Isso que por si só já torna este livro uma preciosidade, pois é extremamente rico testemunhar, através de seu relato,  como a abordagem Pikler foi sendo desenvolvida ao longo de quase 50 anos, fruto de um longo trabalho árduo e perseverante da Dra. Emmi Pikler, que precisou — inicialmente só e em seguida junto com sua equipe — romper paradigmas e inúmeras barreiras não só práticas, mas também conceituais, sobre o olhar e a compreensão que se tinha em torno da criança de zero a 3 anos.

Os outros cinco capítulos foram escritos pela equipe do Instituto e relatam o denso trabalho de observação e pesquisa longitudinal em torno da motricidade, da atividade livre espontânea, da aquisição da linguagem e da noção de limites. Além disso, o livro contempla igualmente aspectos fundamentais, como a questão dos cuidados corporais de qualidade, um momento chave e privilegiado de encontro, parceria e cumplicidade entre o adulto e o bebê.

 Assim, este livro nos convida a confiar no bebê e na criança pequena, na sua autonomia, e a observar a riqueza que há em acompanhar seu desenvolvimento, por meio de um olhar atento à sua atividade livre e espontânea. Ele nos convoca também a refletir e enxergar, por meio de uma série de dispositivos e do trabalho de equipe institucional, como os primeiros anos de vida são os alicerces para a constituição do sujeito. Pelo fato de agregar várias temáticas convergentes sobre a experiência da primeiríssima infância e entrelaçar temas referentes a Educação Infantil, Psicologia, Psicanálise e Psicomotricidade, a abordagem Pikler promove um olhar sensível e detalhado ao bebê nos seus diferentes lugares de acolhimento – creches, pré-escolas, instituições de acolhimento, hospitais, grupos pais-bebês e consultórios. Essa interface articulada proporciona momentos de reflexão, em que novos olhares se desvendam e propiciam a construção de uma prática cotidiana mais criativa e atuante nos espaços ocupados por crianças pequenas. 

Finalmente, a abordagem Pikler destaca a responsabilidade e o impacto que o profissional da primeira infância tem sobre o desenvolvimento da criança, bem como a importância de um trabalho de equipe consistente dentro da instituição. Sendo peça-chave, esse profissional é merecedor de reconhecimento, estudo e reflexão, pois a ação do adulto que acompanha a criança pequena no seu cotidiano deixa marcas no corpo, na psique, na saúde e na vida da criança a curto, médio e longo prazo. Para terminar, espero sinceramente que este livro continue sendo descoberto e redescoberto por pessoas sensíveis, que cada linha e entrelinha desperte novas formas de trabalhar com bebês e crianças pequenas, dando sentido às suas competências, entendendo-os e respeitando-os como sujeitos ativos e potentes.