0
R$0,00
Mini Cart
  • Carrinho vazio

    Nenhum produto adicionado.

O LAGO DE FLORES DE LÓTUS – Marcelo Marcolino

O LAGO DE FLORES DE LÓTUS – Marcelo Marcolino

R$40,00

Marcelo Marcolino !@
O lago de flores de lótus. São Carlos: Pedro & João Editores, 2020. 213p.
ISBN: 978-65-87645-87-2
1. Fábula budista. 2. Literatura brasileira. 3. Autor. I. Título.
CDD – B-860

Em estoque

SKU: PE205643 Categoria:

Descrição

 

O PEQUENO GRANDE LAGO

S

aping nunca havia visto outro lago, por isso, para ele, aquele era o único lago do mundo. Ao redor dele viviam algumas dezenas de sapos em perfeita harmonia… a não ser quando surgia uma cobra ameaçando a todos com sua língua venenosa.

Mas vamos deixar a cobra de lado por enquanto e falar sobre esse pequeno paraíso salpicado de simpáticos sapinhos. Além de Saping, um sapo marrom — como a grande maioria —, de olhos negros e profundos, havia também Sapong, verdinho e de salientes olhos alaranjados, amigo inseparável de Saping e o único sapo que discordava da ideia de que aquele era o único lago do mundo.

Próximo ao idílico lago, havia uma trilha íngreme que seguia até uma colina, onde os dois costumavam se sentar à sombra de uma cerejeira para admirar a paisagem. Eles passavam horas e horas contemplando o vale ao longe, imaginando o que poderia existir naqueles lugares tão distantes. Certo dia, Sapong perguntou:

— Ping — pois era assim que ele se referia ao amigo —, você acha que existe algum lago maior do que este em que vivemos?

— Pong, eu acho que só há um lago em todo o mundo, e é este em que vivemos.

Sapong olhou para ele e retrucou:

— Então, você acha que apenas nós existimos? Que não há outros sapos fora daqui?

— Sim, pois, se houvesse, eles já teriam nos visitado.

— Mas, Ping, nós nunca saímos daqui, por que você acha que outros fariam diferente?

— Pode ser, mas eu ainda acho que não existem outros sapos no mundo.

— Eu gostaria de ir até lá para saber… — disse Sapong, contemplando o vazio.

Houve um longo silêncio contemplativo e Saping reiniciou a conversa:

— Você se lembra daquela história que o velho contador de histórias nos contava quando éramos crianças?

— Aquela do Sapapão que levava os sapinhos embora? — indagou Sapong.

— Não, seu tolo — respondeu Saping, rindo. — Aquela do sapo que vivia num poço, e outro sapo disse que existia um lugar bem maior do que aquele, com uma quantidade inimaginável de água, mas ele duvidou…

— Ah, sim — interrompeu Sapong. — A história dizia que o sapo não acreditou, mas, mesmo assim, foi até lá para ver e, quando chegou, ficou tão assustado com o tamanho do lugar que sua cabeça explodiu.

— Pois é. Você não tem medo de isso acontecer com você?

Sapong pensou por um instante e respondeu:

— Não, Ping, pois eu tenho certeza de que existe não só um, mas milhares de lagos maiores do que o nosso no mundo.

— Pode ser, mas prefiro continuar onde estou.

Sapong olhou para o amigo com ternura, pois sabia que, em algum momento, ele mesmo pensaria num jeito de aventurar-se além do pequeno lago onde moravam.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O LAGO DE FLORES DE LÓTUS – Marcelo Marcolino”