Available Filters

Altas habilidades/superdotação: a intervenção educacional na precocidade a partir da teoria das inteligências múltiplas

Danitiele Maria Calazans Marques, Maria da Piedade Resende da Costa

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

O presente livro trata de uma das áreas da Educação Especial que pouco tem se destacado dentre as várias demandas do Público-Alvo da Educação Especial (PAEE). A escolha do tema central deste livro surgiu após duas pesquisas envolvendo um assunto polêmico dentro das Altas Habilidades/Superdotação, qual seja: a precocidade. Ambas – a primeira, intitulada Reconhecimento por meio de indicadores da precocidade do aluno na educação infantil e financiada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), e a segunda, intitulada Aluno com Altas Habilidades/Superdotação: um estudo longitudinal a partir da Teoria das Inteligências Múltiplas e financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – foram pesquisas acadêmicas desenvolvidas no âmbito da escola pública. Surgiram da urgência e da necessidade de expandir o conhecimento sobre este público, com capacidades acima da média, que está fora dos padrões educacionais e que é praticamente invisível em uma escola capaz de estimular quem está abaixo da média, homogeneizar quem está no padrão médio e desestimular quem está acima do esperado.

É preciso que o sistema educacional tenha conhecimento de que uma Educação voltada apenas para o(a) estudante que se posiciona na média e abaixo da média pode significar o não reconhecimento e o desestímulo do talento daqueles(as) mais capazes e, consequentemente, o não aproveitamento de suas habilidades, evidenciando-se a omissão da premissa de que a educação é um direito de todos(as).

Na área acadêmica também há uma grande lacuna de pesquisas voltadas à temática das Altas Habilidades/Superdotação especificamente sobre a precocidade em comparação com produções que abordam todas as outras especificidades da Educação Especial.

A partir de reflexões sobre o tema, o presente livro buscou tratar de alguns questionamentos mais comuns, tais como: Será possível reconhecer alunos(as) com Altas Habilidades/Superdotação na Educação Infantil? Como sinalizar e identificar alunos(as) com precocidade na Educação Infantil? Como realizar o atendimento ao(à) aluno(a) identificado(a) precocemente? Qual a importância da aceleração? Como desenvolver um procedimento de identificação e de atendimento em uma sala de recurso multifuncional? Qual é o papel da escola no processo de inclusão do(a) aluno(a) com Altas Habilidades/Superdotação? Como se dá a participação dos pais? Qual a concepção dos professores de se ter, na escola, um(a) aluno(a) com Altas Habilidades/Superdotação?

Como embasamento teórico, ressaltando a importância de outras abordagens, nossa opção foi a de nos aprofundarmos na teoria do psicólogo da Universidade de Harvard (Estados Unidos), Howard Gardner, com a intenção de não só refletir sobre e analisar os múltiplos olhares da inteligência, mas também de contemplar o entendimento dos processos que organizam os comportamentos da pessoa com Altas Habilidades/Superdotação em uma visão global.

Para o desenvolvimento deste livro, dividiu-se a discussão em doze capítulos. Inicialmente, trata-se sobre o aspecto desafiador e um panorama histórico da temática Altas Habilidades/Superdotação, numa visada sobre as modalidades de programas e as teorias e modelos que fundamentam os atendimentos aos indivíduos que apresentam Altas Habilidades/Superdotação.

Em seguida, no segundo capítulo, são apresentadas as diversas terminologias utilizadas pelas pesquisas e pela legislação, tendo como objetivo apontar divergências. No terceiro capítulo, são apresentadas as características e a identificação do(a) aluno(a) com Altas Habilidades/Superdotação e aprofundados os conceitos e conhecimentos desta demanda. No quarto capítulo reflete-se, de forma detalhada, sobre a Teoria das Inteligências Múltiplas. O quinto capítulo mostra especificamente os domínios propostos nesta Teoria, e o sexto capítulo analisa suas implicações educacionais.

No sétimo capítulo apresenta-se o relato de um caso com acompanhamento longitudinal a partir da Educação Infantil. Os capítulos seguintes – oitavo, nono, décimo e décimo primeiro – promovem, a partir deste estudo de caso, discussões sobre processos de aceleração na Educação Infantil, procedimentos de identificação do alto potencial numa visão multifacetada, a concepção do(a) professor(a) que possui, em sala de aula, um(a) aluno(a) com Altas Habilidades/Superdotação e a concepção dos pais em relação à trajetória acadêmica de um(a) filho(a) nestas condições. Por fim, nas considerações finais, são apontadas reflexões sobre o tema tratado no presente livro.

São Carlos, outubro de 2018.

Danitiele Maria Calazans Marques
Maria da Piedade Resende da Costa

Informação adicional

Ano de lançamento

2018

Autoria

Danitiele Maria Calazans Marques, Maria da Piedade Resende da Costa

ISBN

978-85-7993-572-5

ISBN [e-book]

978-85-7993-581-7

Número de páginas

288

Formato