Available Filters

Argumentação em evidência: trajetórias em textos

Aparecida Feola Sella, Eviliane Bernardi, Renan Paulo Bini

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

A argumentação é utilizada por pessoas de todas as culturas e ideologias com o intuito de persuadir e mobilizar ideias, e está presente em diversos períodos históricos, dos discursos sofistas, há 400 anos a.C., aos posts de usuários das redes sociais, no século XXI. Na atualidade, a argumentação direciona muitas decisões individuais e coletivas cotidianas, desde as mais simples, como a compra de produtos, até as mais complexas, como o voto em um determinado candidato em uma eleição.

Nesta obra, a Argumentação é entendida como um fenômeno inerente à Linguagem, que está presente, em diferentes níveis, em todos os gêneros do discurso. Manifesta-se tanto nas estruturas léxico-sintáticas que marcam explicitamente o posicionamento do produtor do texto, quanto na organização do discurso e no valor semântico dos termos escolhidos, por meio da interação, que pressupõe intencionalidade/aceitabilidade.

Consideramos que a língua acomoda internamente orientações para determinadas conclusões e que esse processo representa uma das características da língua: a argumentação. Também se considera que as mobilizações argumentativas se articulam com marcas que orientam o próprio processo interativo, como operadores argumentativos, intensificadores, marcadores discursivos, modalizadores, processos referenciais, entre outros. Esses elementos que fazem parte da elocução do discurso, em um determinado contexto situacional, podem ser utilizados para criar escalas argumentativas, deixar marcas da subjetividade do articulista e direcionar a interpretação dos leitores de modo a contribuir para o convencimento da audiência.

Diante desse quadro, esta obra tem o objetivo de conjugar pesquisas desenvolvidas sobre a argumentação, apresentando investigações inseridas em perspectivas multidisciplinares. Assim, a obra se divide em duas partes: na primeira, denominada Argumentação: estratégias e reflexões, há quatro capítulos que enfocam a análise de estratégias argumentativas em diferentes textos; na segunda, denominada Argumentação e ensino, há dois capítulos que propõem como teorias da argumentação podem contribuir para o ensino.

Iniciando a parte Argumentação: estratégias e reflexões, Renan Paulo Bini e Eviliane Bernardi, em We, the people: o nós inclusivo como estratégia de construção de ethos e pathos ligados a sentimentos nacionalistas em tweets no período pré e pós-eleitoral nos Estados Unidos da América, observam como o pronome pessoal we/nós foi utilizado como uma estratégia retórica para a construção de ethos e pathos de um político em uma seleção de tweets, publicados entre 2020 e 2021 nos EUA, no período pré e pós-eleitoral.

Em Estratégias argumentativas no processamento do texto oraldialogado e na manutenção do tópico discursivo: discussões sobre processos referenciais, modalizadores e operadores argumentativos, Eviliane Bernardi e Renan Paulo Bini, a partir de recortes de inquéritos coletados na cidade de Capanema-PR, por meio de questionário semiestruturado, decorrentes do Projeto Crenças e Atitudes Linguísticas: um estudo da relação do português com línguas de contato (Projeto CAL), analisam estratégias argumentativas, em nível linguístico, utilizadas no processamento do texto oral-dialogado, que atuam na reformulação do texto e na manutenção do tópico discursivo.

Sônia Cristina Poltronieri Mendonça, Aparecida Feola Sella e Lohana Larissa Mariano Civiero, em O conector e nos encadeamentos argumentativos presentes em trechos de falas de homens indígenas da aldeia Guarani Tekoha Añetete, analisam como o operador argumentativo e pode indicar crenças e atitudes linguísticas de informantes da aldeia Guarani Tekoha Añetete em Diamante D’Oeste, Estado do Paraná. A localidade é marcada pela complexidade sociolinguística devido ao espaço multiétnico da tríplice fronteira e com presença significativa de indígenas Guarani.

Em O operador argumentativo já como indicador de crenças e atitudes linguísticas em falas de moradores da localidade de Foz do Iguaçu, Vanessa Raini de Santana e Solange Goretti Moreira Pizzatto, com base em estudos da Semântica Argumentativa, analisam como se comportam os operadores argumentativos selecionados em uma situação real de uso, a partir de dados do Projeto CAL coletados em Foz do Iguaçu, levando em consideração como eles influenciam nas atitudes linguísticas dos informantes.

Na parte Argumentação e ensino, Aparecida Feola Sella, em Pressuposto: uma categoria do implícito a ser ensinada, apresenta proposta de trabalhar a análise linguística com foco na argumentação como um ingrediente que integra textos escritos (assim como orais-dialogados, audiovisuais etc.), e estes textos formam uma mediação entre sujeitos (produtor do texto e leitor): tanto um quanto o outro constituem-se historicamente por meio de relações discursivas, nessa ponte que os textos concretizam, em particular com relação ao pressuposto.

Em O ethos em É isto um homem?, de Primo Levi: contribuições da Retórica para o debate sobre Direitos Humanos em aulas de Língua Portuguesa nos anos finais do Ensino Fundamental, Renan Paulo Bini analisa estratégias retóricas em nível linguístico presentes em recortes da obra, das quais o uso dos pronomes pessoais pode ser destacado como um dos fenômenos, e reflete sobre o relato de sobrevivência de Primo Levi nos campos de concentração nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, com discussões voltadas para a aplicação ao ensino.

Os estudos retratados nesta obra, portanto, contêm abordagens sobre a argumentação, considerando suas interfaces com outras áreas teóricas e diferentes textos. Agradecemos à Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e, em especial, ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Letras da Unioeste, que concretizou o desenvolvimento das pesquisas aqui apresentadas e a publicação desta obra.

Os organizadores.

Informação adicional

Ano de lançamento

2022

Número de páginas

149

ISBN

978-65-5869-940-8

ISBN [e-book]

978-65-5869-941-5

Organização

Aparecida Feola Sella, Eviliane Bernardi, Renan Paulo Bini

Formato

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.