Available Filters

Cadernos de direito e artes

Iara Pereira Ribeiro, Marcella Cordeiro Ferraz de Araujo, Raphael Henrique Figueiredo de Oliveira

Para compartilhar:

Descrição

METAMORFOSE: A criação de um grupo

Iara Pereira Ribeiro

Essa história começa como tantas outras, era uma vez…

Uma professora recém-contratada em uma universidade pública que recebeu o seguinte conselho: “Aqui você precisa fazer mais, dar aulas é pouco. Monte um grupo de estudo.” A professora se perguntou sobre o que gostaria de estudar em um grupo, além de tudo o que já estudava sozinha, quando se lembrou do quanto gostava de ler e de conversar sobre os livros lidos. Surgiu a ideia de criar um grupo de estudo sobre Direito e Literatura.

A primeira reunião ocorreu em 02 de setembro de 2014, uma terça-feira, às 18h30, alguns estudantes das séries iniciais da graduação apareceram. A proposta de leituras consistiu em textos teatrais da Grécia Antiga ao Teatro do Absurdo, de Sófocles a Ionesco, passando por Gil Vicente, Shakespeare, Ibsen e Brecht. No ano seguinte, a proposta foi estudar o teatro brasileiro, de Martins Pena ainda no Império, para os textos de Joracy Camargo (Deus lhe pague – 1933), Jorge de Andrade (A moratória – 1955), Gianfrancesco Guarnieri (Eles não usam black-tie – 1958); Nelson Rodrigues (Beijo no asfalto – 1960); Dias Gomes (O Berço do Herói – 1962) e Oduvaldo Vianna Filho (Rasga coração – 1972). Grandes textos de grandes autores, que além de apresentarem um desfile de personagens e um panorama de situações fabulosas, permitiram a reflexão e o aprofundamento de temas jurídicos.

Após o esse primeiro ciclo de estudos, a professora e os primeiros integrantes do grupo, alunos de graduação, especialização e interessados, resolveram nomear o grupo e transformá-lo em um grupo de pesquisa com cadastro no CNPq, o METAMORFOSE – Grupo de Estudos e Pesquisa em Direito e Literatura. A escolha do nome foi por consenso: em reunião alguém sugeriu Kafka, outro disse que deveria ser o nome de um livro, mencionou-se Metamorfose e um participante disse “- é pode ser, afinal a gente vem aqui, lê, conversa e conversa, lê de novo, discute, comenta, parece que não faz nada, e quando olha para trás, nota o quanto já mudou”. A fala sintetizou um sentimento comum e o grupo foi batizado.

Quanto à proposta de leituras, o grupo preferiu afastar-se do teatro para dedicar-se ao livro Longe da árvore de Andrew Soloman no estudo de identidades, inspirando, na sequência, a escolha por leituras de diferentes gêneros textuais sobre direitos da personalidade. Junto veio o interesse na realização de eventos científicos, surgindo o Ciclo de Estudos em Direito e Literatura

Com a pandemia e a proibição dos encontros presenciais, o jeito foi realizar as reuniões em sala virtual, tendo sido uma feliz constatação de que mais pessoas e de mais lugares poderiam participar dos encontros. O grupo continuou a reunir-se quinzenalmente, às terças-feiras, em sala virtual da plataforma Google Meet. Cumpriu sua função de ser um local para conversar, sem papel de professor ou de aluno, sem conteúdo a ser ensinado ou aprendido, sem necessidade de consenso. Como definido por uma participante “sinto como se estivesse em um bar conversando com amigos que gostam de ler, como eu gosto” ou por um outro participante “eu me distraio, fico ouvindo os comentários e penso, como não me dei conta disso na leitura, é bem legal”.

Em 2020, iniciou-se um novo período para o Metamorfose. Com a cocoordenação de mestrandos do programa de pósgraduação da FDRP na linha “Interdisciplinaridade e Métodos de Pesquisa em Direito” com projetos de pesquisa em Direito e Literatura e a participação de pessoas vivendo em vários lugares do Brasil. Uma experiência incrível! Ao final do ciclo (setembro de 2020 a junho de 2021), os participantes foram convidados a expressarem da forma que preferirem as reflexões ou os sentimentos trazidos pelas leituras propostas.

O resultado constitui o Cadernos de Direito e Arte, volume 1. “Cadernos” porque pretende ser composto por escritos variados, desenhos, anotações livres; “volume 1” porque desejase os volumes 2, 3, … infinito, até a vontade de conversar sobre Direito e Literatura existir.

 

Informação adicional

Ano de lançamento

2021

ISBN [e-book]

978-65-5869-598-1

Número de páginas

186

Organização

Iara Pereira Ribeiro, Marcella Cordeiro Ferraz de Araujo, Raphael Henrique Figueiredo de Oliveira

Formato