Available Filters

#CasaLibras – Educação de surdos, Libras e infância: ações de resistências educativas na pandemia da Covid-19

Guilherme Nichols, Regina Célia Torres, Vanessa Regina de Oliveira Martins

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

A presente obra intitulada por “Educação de surdos, Libras e infância: ações de resistências educativas na pandemia da Covid-19” é fruto de um momento intenso de indignações e paralisia postas em todos nós frente à triste pandemia viral provocada pelo novo Coronavírus que, além de assolar o país, gerou a necessidade de isolamento social e de novas organizações dos modos de vida frente à triste realidade do aumento significativo de mortes em nosso país, decorrente da doença provocada pela Covid-19. Diante dessa realidade e de pesquisas que vinha desenvolvendo com a comunidade escolar em relação às políticas educativas bilíngues às crianças surdas, anterior à pandemia, ficou evidente o cenário que descrevo dada a falta de alguns elementos fundamentais e que se colocaram como base sólida para a criação da ação extensiva de resistência e luta popular ativa e que será compartilhada nesta obra.

O cenário destacado se configura com: a aquisição tardia de linguagem em crianças surdas, dada a falta de políticas públicas na área da saúde bilíngue e que atuem na orientação para o conhecimento e uso da língua de sinais pelas famílias de crianças surdas, bem como a não presença da intervenção precoce nesta área em que há crianças surdas; por consequência, a necessidade da escola se colocar como espaço de apropriação da língua de sinais pelas crianças surdas, a falta de instrumento de avaliação de conteúdos escolares na língua brasileira de sinais (Libras), a falta de materiais em Libras e a carência de profissionais com formações específicas para atuar com as crianças surdas em programas inclusivos bilíngues, bem como a falta de políticas públicas em torno da construção de um currículo bilíngue (Libras/Língua Portuguesa).

Com estes dados coletados pela pesquisa desenvolvida entre 2018 a 2020, com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo – FAPESP, n° processo: 2018/08930-0, dada a relevância da escola como espaço de constituição subjetiva e apropriação da língua de sinais por crianças surdas, o isolamento social provocado pela pandemia da Covid-19, aliada à falta de conhecimento da língua de sinais pelos seus familiares, gerou maiores complicadores a este público, já que a exclusão informativa fica ainda mais prejudicada pelas limitações apontadas.

Com isso, nasce em mim a ideia de produzir vídeos informativos sobre a Covid-19 ao público infantil surdo, além de compartilhar vídeos com narrativas de histórias infantis em Libras. Como nenhuma ação é feita de modo isolado, foram se achegando parceiros interessados em atuar nessa seara comigo, entre eles, destaco em especial o professor Guilherme Nichols como amigo e parceiro ativo na realização de várias atividades deste projeto. Além dele, outros membros passaram a compor a nossa equipe que hoje conta com 13 pessoas, entre elas: docentes, técnicos e alunos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A proposta do projeto visava levar entretenimento às crianças surdas neste período de isolamento social. Após, as primeiras produções, convidamos participantes voluntários falantes da Libras para mandar suas produções e fomos fazendo editoração desse material que seria posteriormente compartilhado com as crianças surdas. A ação viralizou e ficou conhecida como #CasaLibras, nome dado atualmente ao programa de ensino, pesquisa e extensão que coordeno na UFSCar: ‘#CasaLibras: Programa educativo de atenção bilíngue (Libras/Língua Portuguesa) virtual a crianças surdas”, Processo número: 23112.004320/2021-18.

Na leitura da obra você encontrará as descrições analíticas do programa #CasaLibras, o cenário social de sua emergência, bem como a base filosófico-conceitual que o sustenta vinculando à práticas sociais em favor da diferença. Muitos autores compõem a tessitura deste material: idealizadores da proposta, a equipe, participantes do programa, bem como pesquisadores renomados da área dos estudos surdos e das filosofias da diferença. Aproveite a leitura!

Vanessa Regina de Oliveira Martins

Docente da Universidade Federal de São Carlos

 

Informação adicional

Ano de lançamento

2022

Número de páginas

358

ISBN

978-65-5869-913-2

ISBN [e-book]

978-65-5869-914-9

Organização

Guilherme Nichols, Regina Célia Torres, Vanessa Regina de Oliveira Martins

Formato

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.