Available Filters

Geodesign no Brasil: abordagens para o planejamento ambiental urbano

Amanda Lombardo Fruehauf, Ashiley Adelaide Rosa, Cíntia Miua Maruyama, Matheus Aguiar Coelho

DOI: 10.51795/9786558698777

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

Tudo começou quando, no início de 2021, um grupo liderado pelo professor Paulo Renato Mesquita Pellegrino, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP), realizou um workshop de Geodesign com o objetivo de aumentar em 30% os créditos de carbono da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP). O trabalho fez parte de uma grande rede de pesquisa estabelecida entre professores, profissionais e alunos, liderada pela professora Ana Clara Moura, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). A referida professora também coordenou o projeto “Geodesign Brazil: Trees for the Metropolitan Area of Sao Paulo”, simultaneamente executado em quinze regiões metropolitanas do país.

A equipe de São Paulo atingiu os objetivos propostos e ainda lançou novas metas e desafios. O grupo debateu, por exemplo, a redução de Ilha de Calor e os reservatórios de detenção, propondo alternativas para a mitigação de alagamentos cada vez mais recorrentes na RMSP. Houve, também, predições sobre os assentamentos informais, sobre a evolução da mancha urbana e sobre os impactos na reserva de água potável para a população, tendo como fundamento a metodologia proposta por Steinitz para o International Geodesign Collaboration (IGC), com cenários futuros propositivos non adopter, late adopter e early adopter para os anos de 2035 e 2050. O workshop rendeu bons frutos, que foram apresentados no IGC e no ICCSA e, posteriormente, publicados na série de livros Springer Lecture Notes in Computer Science (LNCS, volume 12954), ambos de 2021.

O artigo intitulado “Trees for the Metropolitan Area of São Paulo”, enviado para o 21º ICCSA, evento sediado na Itália, foi premiado como um dos melhores trabalhos, sendo a recebida premiação a motivação para a criação deste e-book. O objetivo desta publicação é proporcionar um panorama do Geodesign no Brasil, com a apresentação de experiências em distintas localidades do país, a saber: Região Metropolitana de São Paulo, Campinas, Fortaleza, Quadrilátero Ferrífero, Pampulha e Brasília. Dessa forma, pretende-se divulgar as pesquisas realizadas até o momento por este grande grupo, colaborando, assim, para a popularização e para a ampliação do conhecimento científico no tocante ao Geodesign.

No contexto atual, é muito difícil desenvolver pesquisas individuais; os trabalhos mais robustos tendem a ser desenvolvidos por grupos de cientistas. Nesse sentido, a ferramenta GISColab, proposta por Moura e Freitas (2020), foi extremamente valiosa, dado que viabilizou a reunião e o trabalho colaborativo de diversos pesquisadores numa mesma base de mapas com informações vinculadas. No momento que os workshops de Geodesign aconteceram, no início de 2021, o trabalho remoto era o único modelo possível para o desenvolvimento desse tipo de pesquisa, pois o país estava no auge de uma emergência sanitária em virtude da pandemia de Covid-19.

As diversas crises que o país e o mundo enfrentam trazem à tona a necessidade de lançar um olhar mais aprofundado às questões ambientais. Ilhas de Calor, ondas de frio, desequilíbrios climáticos, enchentes, poluição, desmatamento acelerado em diversas florestas brasileiras importantes, com enormes perdas de biodiversidade. Catástrofes que atingem cidades inteiras, como as que vêm ocorrendo em Petrópolis/RJ (2022), nos fazem refletir sobre a urgência de agir, trazendo soluções para o enfrentamento e para a prevenção desses problemas. O planejamento ambiental é uma importante ferramenta para a criação de cidades mais saudáveis, mais seguras e mais resilientes frente às mudanças climáticas e a outros desafios que o Brasil e o mundo estão enfrentando agora, que tendem a se intensificar.

Registramos aqui nossas saudações e nossos sinceros agradecimentos aos autores e às autoras que aceitaram o desafiante convite de contribuir com a elaboração deste e-book. Agradecemos, também, aos demais participantes do workshop de Geodesign da RMSP, especialmente ao Professor Doutor Paulo Renato Mesquita Pellegrino, que liderou com maestria a equipe de estudos da RMSP, sendo um importante incentivador para a publicação da presente obra.

Boa leitura!

Amanda Lombardo Fruehauf
Ashiley Adelaide Rosa
Cíntia Miua Maruyama
Matheus Aguiar Coelho

Informação adicional

Ano de lançamento

2022

Número de páginas

187

ISBN [e-book]

978-65-5869-877-7

Organização

Amanda Lombardo Fruehauf, Ashiley Adelaide Rosa, Cíntia Miua Maruyama, Matheus Aguiar Coelho

Formato