Available Filters

Para além dos centenários: história, memória e representações culturais em Pombal (PB)

Elri Bandeira de Sousa, Lígia Regina Calado de Medeiros

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

A que será que se destina?

A existência do livro Para além dos centenários: história, memória e representações culturais em Pombal-PB, ora apresentado à comunidade leitora, é antes de mais nada a realização de um desejo, manifesto entre autores, colegas de formação; e estendido a outros colaboradores com idêntico perfil acadêmico, que viram muito sentido num projeto de escrita proposto para refletir criticamente sobre a cidade, em variados aspectos e em conformidade com a área de atuação desenvolvida por cada um(a).

Melhor dizendo: a ideia do livro surge com a intenção de reunir pesquisadores e pesquisadoras que de algum modo tiveram ou têm a cidade de Pombal-PB como objeto de estudo, alguns deles contribuindo, inclusive, com a produção de conteúdo realizada em compromisso acadêmico com alguma instituição à qual se vinculou. Assim sendo, é bom que se diga, aqui se apresentam, espraiados entre os capítulos todos, trabalhos de natureza investigativa e científica, e que se achavam inéditos, à espera, talvez, de uma oportunidade singular de publicação, agora chegada.

Para tanto, o desafio de feitura estava posto: reunir a diversidade de abordagens numa mesma publicação, que já nasce vária como tão bem revelam os títulos de cada discussão. Uma heterogeneidade marcada e ao mesmo tempo justificada pelo apreço ao tema maior, que é a cidade de Pombal-PB, percebida, neste intento, sob o olhar acadêmico-científico que dera origem aos textos todos da obra, e uma contrapartida ao tanto que se tem produzido e publicado, fora dessa paleta, no contemporâneo da cidade.

Pombal-PB é bastante proficiente no que se refere à produção literária manifesta em gêneros que vão da poesia à prosa; assim como apresenta repertório de publicação bastante significativo para aqueles e aquelas identificados, mais recentemente, por historiadores “livres”. Particularmente, não gostamos muito dessa designação, pois faz pensar que os demais, porque comprometidos com uma institucionalidade, não o sejam. Mas entendemos, por sua vez, que o fato de não estarem ligados às amarras da convencionalidade na pesquisa institucional, movida, como se sabe, por prazos, fomentos e rigor de execução, assim realmente se façam parecer.

Quando reunido o grupo de trabalho para a escritura do livro, outro desafio se interpôs à empreitada: a interrogação recaindo, dessa vez, sobre a linguagem da comunicação pretendida. Para além dos centenários: história, memória e representações culturais em PombalPB é obra, como vem se enfatizando, produzida por pesquisadores e pesquisadoras da lida acadêmica e, por esta razão, talvez, afeitos a um discurso por demais formal, ainda quando não fosse essa a intenção primeira. Do risco dessa ocorrência, porém, os autores sempre estiveram cientes, assim como do possível desinteresse por parte da recepção. Superada essa preocupação inicial, podemos assegurar que o resultado atende aos dois objetivos traçados: rigor acadêmico e linguagem acessível aos mais variados públicos.

Importante dizer, também, que entre as muitas mãos que edificam o livro e o trazem a público, quão significativo representa a essa organização o encontro de saberes que agregam à obra o seu valor. Especialmente ao reunir em torno da sua construção, e de forma ímpar, o empenho de historiadores, pesquisadores da Literatura e da Linguística, biólogo, e todos, em sua imensa maioria, educadores, mestres e doutores. Esse grupo orgulha-se, ainda, em contar com a parceria autoral de uma graduanda – até porque é sabedor da importância crucial do pesquisador júnior.

Reside na paleta diversificada dos capítulos que o compõem uma riqueza de abordagem temática que vale muito a pena ser lida e/ou revisitada, e que vai da Pombal-PB dos centenários, reencontrada nos arquivos históricos, numa perspectiva cartorial, a uma apreciação de leitura crítica sobre a produção de cronistas contemporâneos e em plena atividade no cotidiano da cidade. Mesmo não tendo nenhuma pretensão de fidelidade à cronologia dos fatos, o livro termina, sim, por oferecer ao (à) leitor(a) um belo recorte temporal, seja porque trata de realidades, acontecidas ou ficcionais, seja por que, em suma, o tempo será, sempre, disto não nos resta dúvidas, senhor de todos os contextos a que os capítulos se referem.

Informação adicional

Ano de lançamento

2021

ISBN

978-65-5869-465-6

ISBN [e-book]

978-65-5869-466-3

Número de páginas

231

Organização

Elri Bandeira de Sousa, Lígia Regina Calado de Medeiros

Formato