Available Filters

II Seminário internacional de formação de professores. Formação de professores e didática em tempos de pandemia. Volume 1

Calixto Junior de Souza, Iraci Balbina Gonçalves Silva

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

Os textos que compõem esta obra resultam de pesquisas e reflexões apresentadas durante o II Seminário1 Internacional de Formação de Professores, realizado pelo Instituto Federal Goiano. Com o tema “Formação de Professores: Didática em tempos de Pandemia”, o evento teve como objetivos: contribuir com a melhoria da qualidade do processo de formação de professores e de ensino-aprendizagem na educação básica, especialmente da rede pública, na região do Sudoeste goiano; oportunizar reflexões sobre as possibilidades de investigações no ensino das distintas ciências em espaços formais e não formais de educação, onde os profissionais do ensino têm atuado; e socializar os resultados de pesquisas e/ou relato de experiências realizadas pelos estudantes do Curso de Pós-graduação lato Sensu em Formação de Professores e Práticas Educativas.

É importante ressaltar que pesquisadores de várias unidades do Instituto Federal Goiano há alguns anos se uniram com o firme propósito de consolidar a pesquisa na área do ensino e educação e elaborar uma proposta de curso de Pós-graduação, iniciando com a oferta de uma especialização em Formação de Professores e Práticas Educativas em quatro Campi do IF Goiano. Para tanto, uma das estratégias foi a proposição do Seminário Internacional de Formação de Professores, evento que conta, desde a primeira versão, com a participação de alunos de cursos de Licenciaturas e Pós-graduação, profissionais do magistério da educação básica e superior em suas várias modalidades de ensino, das redes municipais e estaduais. O evento sempre conta com a parceria de professores brasileiros, espanhóis, argentinos e portugueses.

De forma que a realização do Seminário Internacional de Formação de Professores tem contribuído para o avanço da pesquisa na área da educação e/ou ensino, para a implementação de novos projetos de pesquisa, bem como está contribuindo para consolidar as já existentes entre as instituições promotoras e outras participantes, como a Universidade do Minho, Portugal, Universidade Autônoma de Barcelona, Espanha e demais instituições das quais os palestrantes fazem parte. Inclusive, os resultados das pesquisas e reflexões apresentados no I Seminário Internacional de Formação de professores foram socializados na Ciclo Revista2 : experiências em Formação no IF Goiano, volume 04, n.1, contando com participação dos professores palestrantes e pesquisadores participantes do evento.

Para esta versão, os textos aqui apresentados decorrem dos debates realizados nas mesas redondas e de pesquisas e reflexões de várias áreas de conhecimentos, sendo organizados em cinco partes; as quatro primeiras tratam das reflexões abordadas nas mesas redondas e na quinta são apresentadas experiências e pesquisas por professores e discentes do IF Goiano.

A Parte I, na Mesa redonda “Pesquisa no ensino das Ciências Humanas” foram abordadas as reflexões acerca de distintas possibilidades de investigações sobre o ensino e a didática da História, Geografia, Filosofia e Sociologia, desenvolvidas na Argentina, na Colômbia e na Espanha e exemplificadas nas propostas expostas pelos professores Miguel Angél Jara, da Universidade Nacional de Comahue, Martha Cecilia Gutiérrez Giraldo, da Universidade Tecnológica de Pereira e Antoni Santisteban Fernández, da Universidade Autônoma de Barcelona.

Miguel Angél Jara compartilhou alguns componentes do mundo complexo e dinâmico da pesquisa na Argentina, descrevendo algumas das questões e problemas que têm marcado o desenvolvimento de linhas ou áreas de pesquisa clássicas e novas, produzidas nos últimos trinta anos. São investigações que se situam em contextos sociopolíticos e culturais específicos e revelam preocupações de época e interesses educacionais situados, com questionamentos atualizados em relação ao problema que está sendo investigado a partir de perspectivas teórico-metodológicas renovadas.

Martha Cecilia Gutiérrez Giraldo reflete sobre os propósitos que norteiam a formação inicial e continuada de professores de ciências sociais nos diferentes níveis de ensino, através de pesquisas desenvolvidas pelo grupo de investigação em Educação e Desenvolvimento Humano (EDHU) da Universidade Tecnológica de Pereira/Colômbia, com professores que cursam o bacharelado, o mestrado em educação, bem como o doutorado em Didática desta Universidade.

Antoni Santisteban Fernández busca responder a três questões relacionadas ao futuro da pesquisa em ensino e aprendizagem de história e ciências sociais, com o foco da análise pautado na necessidade de colocar a pesquisa a serviço da cultura democrática e da educação para a justiça social. A pretensão foi traçar algumas paisagens ou alguns horizontes relacionados a três aspectos gerais que determinam a pesquisa. Os dois primeiros referem-se aos objetivos da pesquisa e pretendem ser uma declaração de princípios, e o terceiro enfoca desafios específicos para o futuro.

A parte II, na Mesa redonda “A Pesquisa no Ensino das Ciências da Natureza”, são abordadas reflexões sobre as possibilidades de investigações sobre o ensino de Ciências da Natureza. As professores Denise Figueira-Oliveira, Maylta Brandão dos Anjos e Giselle Rôças do grupo de pesquisa Ciência, Arte, Formação e Ensino (CAFE), Ensino de Ciências e Educação Física do Instituto Federal do Rio de Janeiro – IFRJ – Nilópolis, apresentam as experiências de pesquisa desenvolvidas na linha de pesquisa, Formação de Professores de Ciências. Os professores Francisco Edilson de Sousa França, Risolene Silva de Sousa, Patrícia Macedo de Castro e Ivanise Maria Rizzatti, do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, Universidade Estadual de Roraima, apresentam resultados de pesquisa sobre as possibilidades e vantagens do uso dos podcasts, como recurso para a Divulgação Científica no ensino. A professora Agustina Rosa Echeverría da Universidade Federal de Goiás aborda a pesquisa na área de Ensino das Ciências da Natureza mostrando as semelhanças e diferenças com outros campos da investigação científica e argumenta a favor da possibilidade de conhecer a realidade e a ciência como produção da consciência humana.

Na parte III, na mesa redonda “Pesquisa no Ensino de Educação Infantil”, são apresentadas discussões sobre possibilidades de pesquisa no ensino da Educação Infantil, com destaque para as experiências do grupo de pesquisa Investigação da Universidade Federal de Rondonópolis, em que Simone Albuquerque da Rocha, Rosana Maria Martins, Andreia Cristiane de Oliveira e Jéssica Lorrayne Ananias da Silva, sinalizam os caminhos e experiências desenvolvidas pelo grupo, focando temas relacionados a políticas, programas, projetos e práticas na área de formação de profissionais da educação, em diferentes níveis e modalidades, em Mato Grosso. Destaca-se também, o texto de Ivone Garcia Barbosa, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás, em que focaliza a relação entre a pesquisa desenvolvida na Universidade e suas contribuições para o processo de constituição de uma Educação Infantil com qualidade socialmente referenciada e sinaliza a experiência do Núcleo de Estudos e Pesquisas da Educação em Diferentes Contextos (NEPIEC). E, por fim, Sangelita Miranda Franco Mariano e Fátima Suely Ribeiro Cunha do Instituto Federal Goiano, grupo de pesquisa EducAção, apresentam investigações realizadas com estudantes do curso de Licenciatura Pedagogia do IF Goiano — Campus Morrinhos, vinculados ao Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid).

Na parte IV, na mesa redonda “O Estágio Curricular Supervisionado e o Residência Pedagógica: a formação pela pesquisa e os desafios na educação do século XXI”, são abordadas reflexões sobre o estágio e o Residência Pedagógica baseada na pesquisa. A professora Magali Aparecida Silvestre, da Universidade Federal de São Paulo, discorre sobre a importância dos estágios curriculares supervisionados nos processos formativos como espaço de oportunidade de aproximação com a escola de educação básica. Rosenilde Nogueira Paniago, do grupo de pesquisa EducAção, IF Goiano, apresenta uma reflexão sobre o itinerário formativo das licenciaturas baseado na pesquisa no contexto da Residência Pedagógica e Estágio Curricular Supervisionado. E Patrícia Gouvêa Nunes, também do Grupo EducAção do IF Goiano, discorre sobre o processo de formação dos residentes do Programa de Residência Pedagógica (PRP), IF Goiano, problematizando as possibilidades e desafios de um processo formativo pelo viés da pesquisa no contexto pandêmico da covid-19.

A parte V trata de apresentações resultantes de pesquisas de professores do Instituto Federal Goiano juntamente com alunos de programas de pós-graduação e das Licenciaturas. Iasmim Ferreira da Silva, Cinthia Maria Felicio e Paulo Vitor Teodoro de Souza, apresentam reflexão sobre prática pedagógica na perspectiva da Educação Profissional e Tecnológica (EPT) na perspectiva de Paulo Freire. Calixto Júnior de Souza discorre sobre a inclusão escolar em tempos de pandemia. Renata Silva Pamplona, Ana Luiza Martins, João Victor Ferreira dos Santos e Victor Hugo Almeida abordam a Gestão e organização escolar no contexto pandêmico da covid-19. Lilian Gobbi Dutra Medeiros, Márcia de Souza Oliveira Paes Leme Alberto, Elisângela Ladeira de Moura Andrade e Léia Adriana da Silva Santiago discorrem sobre o Sociointeracionismo de Vygotsky no planejamento do currículo integrado. Carolina Nascimento de Jesus, Rosenilde Nogueira Paniago e Patrícia Gouvêa Nunes abordam a inter-relação da Ciência e corporeidade na Educação Física nas vozes dos professores na escola do campo. E por fim, Cícero Batista dos Santos Lima, Reinaldo Araujo Gregoldo, Letícia Valvassore Rodrigues e Marco Antônio de Carvalho refletem sobre a inclusão escolar na educação profissional e tecnológica por meio de uma experiência com o desenvolvimento de um Produto Educacional.

Os organizadores

 

Informação adicional

Ano de lançamento

2021

ISBN [e-book]

978-65-5869-521-9

Número de páginas

316

Organização

Calixto Junior de Souza, Iraci Balbina Gonçalves Silva

Formato