Available Filters

A literatura na sala de aula: olhares em convergência

Letícia Queiroz de Carvalho

Para compartilhar:

Descrição

APRESENTAÇÃO

 

A Literatura não é um luxo. O acesso ao texto literário é um direito indiscutível no processo de formação humana, seja por suas funções psicológica, educativa e de conhecimento do mundo, as quais atuam tanto no percurso formativo da escola quanto adentram as camadas profundas da personalidade do leitor, de modo que a interação com a obra literária possibilita o seu reconhecimento e identificação cultural como sujeito imerso no cenário social, desenvolvendo o afinamento das suas emoções e a sua abertura para a sociedade e o seu semelhante (CÂNDIDO, 2000).

Nessa perspectiva, apresentamos neste livro um olhar caleidoscópico sobre a literatura no âmbito da educação e, mais especificamente, no contexto da sala de aula, considerando as especificidades desse cenário, no que tange aos diálogos possíveis entre as produções literárias, o ensino e a formação de leitores na educação básica e outras áreas das humanidades.

A interlocução com a história e as possibilidades da produção de conhecimento histórico a partir da leitura de literatura na escola, a relação entre a formação de professores de literatura e a perspectiva discursivo-dialógica presente nas matrizes teóricas de Mikhail Bakhtin e Paulo Freire, assim como os círculos de cultura freirianos e as suas potencialidades na formação de leitores, o uso das TDIC’s nas práticas de leitura, além do diálogo entre as questões próprias da biblioteca escolar e as interações advindas do ato de ler nesse e em outros espaços educativos são alguns dos temas que subsidiam as discussões propostas por pesquisadores egressos dos Mestrados Profissionais em Letras e em Humanidades do Instituto Federal do Espírito Santo, autores desses textos.

Em meio às reflexões que trouxemos à baila, insistimos na urgência de pensarmos de forma ampla o ensino de literatura na educação básica, destacando que, por mais coerência teórico-discursivo que tenhamos em nossas proposições, a questão extrapola o didatismo e as metodologias do ensino e demandam políticas públicas na área cultural, nos processos de formação de professores, em ações que consolidem a qualidade da educação pública em toda amplitude que esse tema merece.

Boa leitura.

A organizadora

 

Referência

CANDIDO, Antonio. “A literatura e formação do homem” In: Textos de Intervenção. São Paulo: Duas Cidades / Editora 34, 2002. P. 77-92.

Informação adicional

Ano de lançamento

2020

ISBN

978-65-5869-363-5

ISBN [e-book]

978-65-5869-364-2

Número de páginas

120

Organização

Letícia Queiroz de Carvalho

Formato